Das Programm

O programa Naale foi criado para garantir que os alunos se integrem com sucesso no ambiente acadêmico e social das escolas.

Todas as escolas do programa Naale oferecem um alto nível de estudos acadêmicos com aulas ministradas no idioma “nativo” dos alunos (existem opções para inglês, francês, espanhol, português e russo). Diferentes aulas de estudos judaicos são oferecidas nas escolas laicas e religiosas de Naale, sendo que os estudo religioso são acrescidos aos currículos normais exigidos em Israel.

Embora as materiais obrigatórios variem nas escolas laicas e religiosas, todas as escolas do programa Naale aderem aos currículos exigidos pelo Ministério da Educação. Os assuntos obrigatórios incluem História, Estudos Judaicos, Língua e Literatura Hebraica, Ciências Sociais, Inglês, Ciências Naturais, Matemática e Educação Física. Os alunos também podem optar por conteúdos extras tais como física, química, biologia ou uma língua estrangeira adicional (além do Inglês que é obrigatório). Os Estudantes que completarem o programa Naale estarão totalmente preparados para ingressar em uma faculdade, e com o diferencial de ter um diploma internacionalmente reconhecido.

CLASSES DE NAALE:

 

Os alunos ficarão no seu primeiro ano em um curso Intensivo de Hebraico (Ulpan) com outros alunos que falam o mesmo idioma, esse é o modo mais assertivo para que eles possam falar, ler e escrever em Hebraico. Entre as opções disponíveis durante o período de 3-4 anos para os estudantes de Naale temos a opção de deixar ele na sala de aula sendo instruídos no idioma que ele esteja mais confortável, ou existe a opção de se juntar ás classes Israelenses onde sua compreensão e proficiência de Hebraico será desenvolvida consideravelmente.

Todos os alunos, independentemente do idioma de instrução, recebem os cursos necessários para completar o Exame Nacional de conclusão da Graduação (Bagrut), administrados pelo Ministério da Educação. As pontuações e a certificação da Bagrut são reconhecidas internacionalmente e qualificam os graduados para universidades em Israel ou mundialmente.

ENSINO MEDIO ISRAELENSE:

A estrutura do currículo do ensino médio em Israel permite que os alunos escolham o nível e ritmo de suas aulas. Os Estudantes devem eleger o seguinte currículo, divido em 3 grupos:

    1. Matérias obrigatórios
    2. Matérias opcionais obrigatórias
    3. Matérias opcionais adicionais (não obrigatórias)

Além dos estudos acadêmicos, uma ampla gama de outras atividades são geralmente oferecidas nas escolas secundárias, incluindo clubes, trabalhos voluntários, música, esportes, filmes, etc.
Como resultado das excursões, e também as atividades extracurriculares, os alunos geralmente estão envolvidos em suas escolas. Além disso cada classe elege um comitê de classe, e em conjunto com os demais comitês das outras classes devem escolher os representantes de um conselho estudantil para representar todos os alunos. O conselho estudantil organiza eventos, publica o jornal estudantil e representa os interesses dos alunos para a administração.

NÍVEIS DE CLASSES ISRAELENSE:

Os estudantes do ensino médio têm a flexibilidade de estudar em diferentes “níveis de estudo”. Um nível de estudo é definido pelo número de “unidades de estudo” realizadas por matéria. O número de unidades de estudo indica a profundidade do estudo, o nível de dificuldade em que o aluno é testado e o número de horas dedicadas a essa matéria. Os níveis de estudo variam entre 1 e 5 unidades de estudo. Uma unidade de estudo geralmente vale em torno de 90 horas de estudos em sala. Isso significa que os alunos que estudaram no nível de 5 unidades de estudo devem ter pelo menos 450 horas de estudos na sala de aula. Existem três níveis diferentes em que os alunos podem cursar:

  • Elementar: 1-3 unidades.
  • Intermediário: 4 unidades.
  • Avançado: 5 unidades.


Cada aluno pode escolher o nível ao qual ele deseja estudar e ser examinado (desde que sejam atendidos os requisitos mínimos para cada matéria). No 1ª ano, os alunos de todos os níveis estudam as matérias obrigatórios, enquanto que a partir do 2ª ano os alunos já podem escolhem suas linhas de estudo entre humanas, exatas ou biológicas.
A nota de cada aluno será definida por meio de uma média dos exames (provas), frequência escolar e a média do final do curso.
.

SISTEMA DE CLASSIFICAÇÃO ISRAELENSE:

As notas israelenses são medidas de acordo com um sistema de números, 1-100, sendo 56 o mínimo para “passar” de ano. A nota que é dada para uma determinada matéria é determinado por uma média dos exames (provas), frequência escolar e a média do final do curso.

DIPLOMA INTERNACIONAL:

 

Um certificado de matricula (te’udat bagrut) constitui como um diploma internacional que os alunos podem usar para ingressas em universidades em todo o mundo. Há também muitos empregadores em Israel que exigem esta certificação como condição para a vaga de emprego. Os estudantes Naale têm direito a certas concessões dos exames e são ajudados na preparação para eles.
Todos os estudantes que desejam receber um certificado de matricula devem passar pelo Exame de Matricula Nacional (bechina chitzonit), administrado pelo Ministério da Educação. A prova inclui Bíblia, redação Inglês ou Francês, gramática hebraica, matemática entre outros. Matérias adicionais serão determinadas por cada universidade.
O certificado contém uma lista dos assuntos em que o aluno foi avaliado no exame, bem como os assuntos em que o aluno foi avaliado pela escola (bechina pnimit).

Os exames de Bagrut ocorrem durante um período de três anos (entre a 1ª e o 3ª ano). Por exemplo, os alunos da Naale fazem as provas de Inglês (Bagrut) no final da 1ª ano, enquanto as provas de história são dadas no final do 2º ano.
Em alguns casos, como os exames de idiomas serão ministradas provas escritas e orais. É necessário atingir uma pontuação mínima de 56 (de um total de 100) em cada matéria para que o aluno tenho o certificado de bagrut. Os alunos se quiserem podem refazer algumas provas (definidas pela escola) para melhorar suas pontuações.
Os alunos também devem ter participado de trabalho voluntário no primriro ano, educação física e sessões diárias, a fim de se matricular.